Página inicial do portal Autores & Leitores
Quem  |  Autores  |  Leitores  |  Associados  |  Mural  |  Dúvidas  |  Contato  |     PUBLICAR    |
Entrar | Registrar
 Esqueci minha senha
Anúncio KD Inovações Tecnológicas

Área dos LEITORES

Colunistas

Autores Consagrados

Quadrinhos

Bibiotecas Virtuais

Livros

Novos autores

Downloads

Lançamentos

Ofertas

Informações

Autores & Leitores  >  Leitores >  Novos

Galeria de Autores & Leitores

Caro leitor,

Este é um trabalho já aprovado pelo público!

Sinta-se à vontade para, depois de lê-lo, deixar seus comentários.

Bons Textos!

> Ler outra crônica <   < Ler contos > < Ler poemas >

NÃO QUERO MAIS SER IMORTAL

por dionisio


					    
Pronto, agora é sério! Desisti de ser imortal – não quero mais, mesmo. E não falo sobre a imortalidade, como alguns super-heróis de quadrinhos, tais como o Fantasma. Aquele que andava num cavalo branco, morava numa ilha deserta, tinha uma paixão secreta chamada Diana, e que nunca morria. Quem tem mais de 50 anos sabe – saudosisticamente – do que estou falando. Não! Eu não quero mais ser mais imortal da ABL – Academia Brasileira de Letras. Aquela instituição secular, com sede na Cidade Maravilhosa e que congrega alguns mortos e vivos famosos para o tradicional chazinho com biscoitinhos de laranja. Digo isso – que não desejo mais ser imortal – com muito pesar, porque depois que acompanhei a admissão na ABL de autores como José Sarney, Ivo Pitangui, e especialmente Paulo Coelho, sinceramente, sempre acreditei que até eu seria admitido um dia. Acreditava que as minhas poesias seriam melhores que o “Marimbondos de Fogo” de Zé Sarney (ou Sir Ney). Achava que as minhas crôniquinhas seriam melhores que aqueles livros de auto-ajuda travestidos de filosofia oriental barata, do David Cooperfield das letras – aquele que sempre tira coelho da cartola. Sim, sempre tive esperança ! Na verdade, o que desancou de vez a minha pretensão de ser eterno, foi uma reportagem publicada no “Estadão”, onde aparecia uma foto do recém imortal - o empresário José Mindlin – provando o seu traje para a vida eterna num alfaiate de altíssimo nível, especializado em fazer os “fardões” da vetusta academia. O texto do jornal, citava que o traje era confeccionado em “cambraia inglesa” – ou seria ingleza, com “z” – e custava a bagatela de R$ 35.000,00. Este aspecto pecuniário, transtornou-me... R$ 35.000,00 para ser imortal ? Meu Deus, é uma grana preta. Tomei a decisão depois de ler aquilo. Se eu conseguir vender todas das minhas poesias e crônicas e conseguir juntar R$ 35.000,00, vou ser é MORTAL mesmo, e gastar toda esta grana viajando e jogando conversa fora em alguns barzinhos aqui de Salvador, onde me encontro neste instante à passeio. Não vale à pena ser imortal - é caro prá chuchu !
Copyright dionisio © 2006
Todos os direitos reservados.
Este trabalho já foi visitado 2288 vezes.

ENVIE este trabalho para um(a) amigo(a). ESCREVA para dionisio.

Comentários dos leitores

Imortais? O sol, a lua, o mar................. Gostei do seu texto - estaremos imortalizados aqui!

Postado por lucia maria em 17-10-2012

Fico feliz em saber que existe tanta qualidade literária no meio de mortais como eu.

Postado por FMoreira em 06-09-2011

Gostei do texto. Você não devia ser pessimista, embora eu concorde que, hoje em dia, é muito difícil ser imortal, ou seja, ter um lugar de destaque, para sempre, na sociedade.

Postado por Niafna em 16-10-2010

Meu caro, a ABL (Academia Brasileira de Loroteiros) sempre teve dessas, afinal, lembra-se de Chateaubriant? E Roberto Marinho? Não sei o que falta mais, sinceramente. Carla Perez ou o Cumpadi Washington? Pior mesmo, só se o Lula estivesse lá.

Postado por ronnie em 19-02-2009

Adorei o seu texto e tbm seu "protesto".Também não concordo com a entrado do Sarney e do Pitangui, eu adoro o Paulo Coelho. ^^

Postado por Thamires em 22-01-2009

Ah! eu quero, sim, ser imortal! Mas a fortuna necessária pra isso vai me deixar morrer de vontade...

Postado por FLAVIO em 03-08-2007

Gostei do seu trabalho com um tema curioso. Só são imortais, depois da morte, aqueles que na vida ninguém lhes deu importância. Ninguém é profeta na terra onde nasceu.

Postado por Marizé em 28-05-2007

Gostei do texto e da lingua afiada e pertinente, como é usual. Tal como tu, de coelhos, gosto muito, mas não dos que escrevem... Beijo

Postado por lucibei em 18-05-2007

ola! ja somos imortais, a amizade do nosso portal tem custo zero, basta boa vontade em participar de Autores Eleitores, isso é maravilhoso, quem escreve perpetua a vida. parabéns!

Postado por eda silva em 04-04-2007

Caro Dionísio, partilho de sua opinião e vontade. Prefiro morrer do que padecer na imortalidade dos tolos!

Postado por Mário Sérgio Barroso em 17-11-2006

Um grande desabafo do autor Dionisio. Eu não sabia que era tão caro ser imortal. Mas no próprio portal de Autores e Leitores, pode fazer os seus imortais, e já começou com a Galeria de AeL. Vamos unir forças, e fazer a nossa propaganda!

Postado por Marcelo Torca em 14-11-2006

É isso aí, Dionísio! Para ser imortal, tem que ser rico também ou, quem sabe, conseguir patrocínio para a imortalidade. Concordo contigo quanto à qualidade do trabalho de alguns imortais. Marketing faz milagres! Um abraço.

Postado por Silvino em 14-11-2006

Gostei muito do texto. Também não quero ser imotal. Anna Célia

Postado por Annacelia em 04-11-2006

COMENTE ESTE TRABALHO, DIZENDO QUAL FOI A IMPRESSÃO QUE ELE LHE CAUSOU.


> Ler outra crônica <   < Ler contos > < Ler poemas >

Autores & Leitores
  • Copyright A&L © 2005-2013
  • Todos os direitos reservados.