Página inicial do portal Autores & Leitores
Quem  |  Autores  |  Leitores  |  Associados  |  Mural  |  Dúvidas  |  Contato  |     PUBLICAR    |
Entrar | Registrar
 Esqueci minha senha
Anúncio ebook Vigilante

Área dos LEITORES

Colunistas

Autores Consagrados

Quadrinhos

Bibiotecas Virtuais

Livros

Novos autores

Downloads

Lançamentos

Ofertas

Informações

Autores & Leitores  >  Leitores >  Novos

Galeria de Autores & Leitores

Caro leitor,

Este é um trabalho já aprovado pelo público!

Sinta-se à vontade para, depois de lê-lo, deixar seus comentários.

Bons Textos!

> Ler outro poema <   < Ler contos > < Ler crônicas >

LÁGRIMA SOLTA

por nancilaurino


					    
Hoje a lágrima rola solta. Saudade doída, coração apertado Quanto tempo sem sua companhia Se ao menos tivesse notícias suas Pudesse eu saber como estás Se és feliz na nova morada... Quem inventou a vida, trouxe a morte Morte muda, surda, cega. Indiferente às nossas dores Deixa apenas saudades Essa dor calada Esse imenso vazio do não saber. Nanci Laurino 02/11/2007
Copyright nancilaurino © 2008
Todos os direitos reservados.
Este trabalho já foi visitado 789 vezes.

ENVIE este trabalho para um(a) amigo(a). ESCREVA para nancilaurino.

Comentários dos leitores

Goste muito da expressão "nova morada", deu um sentido de "mundo espiritual" ao texto. Muito bom!

Postado por Pastrana em 07-05-2009

Um vazio que não pode ser preenchido, somente sentido e relembrado! Lindo versejar... Parabéns

Postado por Essência de Tempestade em 18-11-2008

Gostei! A morte não nos ouve nem nos atende e permanece alheia ao nosso sofrimento. Parabéns!

Postado por Silvino em 17-06-2008

COMENTE ESTE TRABALHO, DIZENDO QUAL FOI A IMPRESSÃO QUE ELE LHE CAUSOU.


> Ler outro poema <   < Ler contos > < Ler crônicas >

Autores & Leitores
  • Copyright A&L © 2005-2013
  • Todos os direitos reservados.