Página inicial do portal Autores & Leitores
Quem  |  Autores  |  Leitores  |  Associados  |  Mural  |  Dúvidas  |  Contato  |     PUBLICAR    |
Entrar | Registrar
 Esqueci minha senha
Anúncio ebook Vigilante

Área dos LEITORES

Colunistas

Autores Consagrados

Quadrinhos

Bibiotecas Virtuais

Livros

Novos autores

Downloads

Lançamentos

Ofertas

Informações

Autores & Leitores  >  Leitores >  Novos

Galeria de Autores & Leitores

Caro leitor,

Este é um trabalho já aprovado pelo público!

Sinta-se à vontade para, depois de lê-lo, deixar seus comentários.

Bons Textos!

> Ler outra crônica <   < Ler contos > < Ler poemas >

Mulherdeatitude

por Valdea Sianna


					    
O que é ser uma "mulher de atitude". Apenas "um escrito no chão", sem compromisso o peguei e saiu esta conclusão: "Mulher de atitude" eu diria que é ser determinada. Dizem que sofrer por amor é divino e que na nossa sociedade a educação passada para as mulheres seria justamente essa realidade que nada mais é do que uma falsa realidade... Convenhamos que o sofrer é uma doença característica das mulheres submissas e não das mulheres que entendem que a razão não está em serem sofredoras e sim participativas de um movimento também salvaguardando seus interesses emotivos e sentimentalistas sem contarem com o caso de certas heroínas do século passado "como Amélia por exemplo, que era tida como a mulher de verdade"... Lendo um artigo sobre "Amores complicados" eu destaco o seguinte trecho:"...Justificam a ira, depressão, crueldade, indiferença, desonestidade ou o vício de seus companheiros. Acham que é possível a mudança e que delas depende" (sem autoria). Diz ainda, que todas têm necessidade de sofrer e de sentirem superiores a essa necessidade, e que obviamente ninguém se converte em mulheres assim por acaso. Os porquês vem de longe, em carências da infância que as levaram a um conceito de amor errado. O nosso mercado está saturado de histórias desse tipo, amores impossíveis, conflituosos, e como não ajuda a mulher que se sente presa a situações não gratificantes é preciso usar de certa atitude que a leve a desprender-se do que a está destruindo. Refleti e considerei que: 1º caso em particular estas mulheres são doentes. Isto quando ao chegarem no "fundo do tão conhecido poço" não se atentam a mudar de atitude. O "tão chamado dar a volta por cima" é um recado bem dado e que tem dado bons resultados. 2º caso só se aprende errando, por mais que queiramos ser diferentes sempre caímos na mesma lição; e por aí vamos nós tentando desfazer o que foi sempre errado para consertar com lições dos nossos erros uma sociedade carente de acertos de nossa parte e que não sabemos como direcionar tal solução... Um dia chegaremos a uma resposta bem mais convincente, mas até lá desejo a todas que "mudaram de atitude, boa sorte" e sejam felizes na mais nova direção.
Copyright Valdea Sianna © 2009
Todos os direitos reservados.
Este trabalho já foi visitado 633 vezes.

ENVIE este trabalho para um(a) amigo(a). ESCREVA para Valdea Sianna.

COMENTE ESTE TRABALHO, DIZENDO QUAL FOI A IMPRESSÃO QUE ELE LHE CAUSOU.


> Ler outra crônica <   < Ler contos > < Ler poemas >

Autores & Leitores
  • Copyright A&L © 2005-2013
  • Todos os direitos reservados.