Página inicial do portal Autores & Leitores
Quem  |  Autores  |  Leitores  |  Associados  |  Mural  |  Dúvidas  |  Contato  |     PUBLICAR    |
Entrar | Registrar
 Esqueci minha senha
Anúncio ebook Vigilante

Área dos LEITORES

Colunistas

Autores Consagrados

Quadrinhos

Bibiotecas Virtuais

Livros

Novos autores

Downloads

Lançamentos

Ofertas

Informações

Autores & Leitores  >  Leitores >  Novos

Apresentação de trabalho publicado

Caro leitor,

Sinta-se à vontade para ler este trabalho e deixar seus comentários.

Bons Textos!




< Visite a Página Pessoal de ATHINGANOI >


LÚCIA É LUZ VII



					    
Voltaram às negativas. “Faço todo esforço possível para não magoar, mas é muito difícil. Você tem certeza da sedução e da conquista. Estamos muito precipitados e eu em principal insegura. Não estou preparada para me unir a um homem, cuidar de um marido, uma casa... e conseqüentes filhos, embora sonhe muito com tudo isso. Acho que você não se apaixonou por mim e sim pelas frases que escrevo. Desapaixonar é um caminho difícil – podemos tentar... Hoje estou me sentindo psicologicamente com 120 anos. “Boa noite, corujinha que escreve de madrugada! Não entendo, às vezes me diz nunca mais, às vezes envia longo, emotivo, maravilhoso e-mail, ora dengosa, ora apenas amiga. O que espera de mim?” Tenho instintos de homem que me projetam de forma natural para você; não compreendo essa instabilidade sua.” “Mandei seis cartões pelo seu aniversário, um deles de signo. Imprima e guarde. Será seu totem da sorte. Às vezes faço teatrinho: quebrei o liquidificador, queimei ao ferro sua camisa predileta, atropelei um gato, estou na marca da maternidade. Penso muita doideira... Boa noite, galã 44. Tenha bons sonhos.” Eu acompanhava. “Simplesmente estou embarcando no seu teatrinho. Boa noite, ratinha 20.” Divergências musicais. “Gosto da poesia e principalmente da ironia do Chico. Aprendi que todas as musicas dele tem duplo sentido. Minha avó ensinou e canto desde pequena... Ih, você prefere o RC?” “Mas ratinha... Corujinha, ratinha, animalzinho sempre escapando das minhas armadilhas. Um dia os apanho.” LÚCIA desconversava. “O Chico é carioca, filho da dona Maria Amélia e do doutor Sérgio.” Sonho ou visão, não sei. Contei depois, LÚCIA riu muito. Sábado à tarde, cheguei de lecionar inglês, liguei a televisão e adormeci no sofá. Eu no escritório, diversas pessoas juntas, entraram três oficiais do exército, em trajes de camuflagem, eram dois rapazes e uma moça, sendo que esta escrevia algo sobre uma prancheta. Tentaram me algemar e ao mesmo tempo senti delicada mão feminina em meu ombro esquerdo. Era a oficialazinha, mandou que eu ficasse de pé, percebi que sua altura atingia meu peito, cabelos escuros lisos na altura dos ombros, rosto jovem, uma quase menina, boca delineada em batom discreto, recebi uma pranchetada, ela jogou o boné para trás e gritou: “Não está me reconhecendo, não, CIGANO?” Levei um susto e só consegui gritar – LÚCIA! Logo o sonho se dissipou. Talvez eu tenha sonhado com a personagem de certa novela exibida na ocasião às seis da tarde. Foi o que minha namorada traduziu. “Nosso casamento não vai durar um ano. Saio do Rio virgem e volto com Ricardo recém-nascido.” “E de quebra o pai de Ricardo carregando as malas. Lembra-se da nossa última noite?” “Que doideira! Do onírico passamos ao sexo...” “Estamos no mesmo barco, LÚCIA. Por ora só temos essa alternativa, de longe.” “Eu sei... Meu quarto não tem porta.” “Você me inebria. O calor de seu corpo está aumentando. Que bom que se rende! Diga meu amor. Onde quer ser acariciada agora?” “Você acaba sempre me vencendo... Nos seios primeiramente.” “Hummm... São divinos e meus. Vou beijá-los, vou...” Outras duas horas de amor “Preciso de um banho morno.” “Estou exausta.” Uma noite ela disse que eu a cantei de cara com uma página de peça de teatro. Neguei. Eu nunca ouvira falar em Cyrano e Roxane. Seus amigos do colégio? Ah, grupo de teatro amador... Aprendi com LÚCIA que nunca se deve afirmar coisa alguma. O mundo gira e tudo sai do lugar. Enviei um cartão colorido que falava em...amizade.
Copyright ATHINGANOI © 2012
Todos os direitos reservados.
Este trabalho já foi visitado 507 vezes.

ENVIE este trabalho para um(a) amigo(a). ESCREVA para ATHINGANOI.

Comentários dos leitores

A felicidade passa muito rápido perto da gente. Vocês com um tesouro na mão e assustados sem abrir o cofre das moedas do amor. LÚCIA, luz eterna, garanto.

Postado por lucia maria em 14-10-2012

COMENTE ESTE TRABALHO, DIZENDO QUAL FOI A IMPRESSÃO QUE ELE LHE CAUSOU.





AJUDE-NOS a manter o bom nível deste portal!

Se você achou que este texto é ofensivo, imoral ou que fere
a nossa POLÍTICA DE USO, por favor, AVISE-NOS!




Autores & Leitores
  • Copyright A&L © 2005-2013
  • Todos os direitos reservados.