Página inicial do portal Autores & Leitores
Quem  |  Autores  |  Leitores  |  Associados  |  Mural  |  Dúvidas  |  Contato  |     PUBLICAR    |
Entrar | Registrar
 Esqueci minha senha
Anúncio KD Inovações Tecnológicas

Área dos LEITORES

Colunistas

Autores Consagrados

Quadrinhos

Bibiotecas Virtuais

Livros

Novos autores

Downloads

Lançamentos

Ofertas

Informações

Autores & Leitores  >  Leitores >  Novos

Apresentação de trabalho publicado

Caro leitor,

Sinta-se à vontade para ler este trabalho e deixar seus comentários.

Bons Textos!




< Visite a Página Pessoal de ATHINGANOI >


SONHO RESPOSTA?



					    
RUBEMAR ALVES Tenho uma amiga carioca (muito querida?), o planeta Terra está farto de saber. Sonhei com ELA na madrugada de uma terça-feira - não queria contar, mas acabei contando. ELA riu, mas naquela feminilidade que bem traduzida tem significado nada agradável, simpático. Depois disso, em outra ocasião, cheguei em casa bem mais tarde após aulas noturnas e digitei mais uma vez apenas “Boa noite.” - duas palavrinhas amáveis, mas que a deixam furiosa porque levo muito mais tempo em ligar e desligar o computador. ELA se diz “pura inocência e ternura” - os “outros” é que a irritam. Acordou às quatro horas, horário de verão no Sudeste, o céu demoraria muito a clarear. ELA iria fazer café, mora sozinha, a pia com algum acúmulo de louça ‘amanhã- eu-lavo’, desistiu, tomou um cálice de ouzo, licor grego com sabor de anis, voltou ao quarto... deitou apenas para descansar as costas em minutos, dormiu... e acabou sonhando comigo. EU, o maior deus do Olimpo, o senhor do raio, infidelíssimo, galã de mil conquistas amorosas, ZEUS, e ELA, a deusa HERA, minha mulher legítima, deusa protetora do casamento, vigilante eterna, ciumentíssima, agressiva e vingativa. É isto mesmo! Porque de fato, se reencarnações existem, pago nesta com ELA o que fiz numa anterior contra ELA, minha deusa. Na vida real, amiga braba até a distância reta aérea de aproximadamente 439 quilômetros! (Segredo - sou bastante misantropo e um tanto masoquista.) E ELA sonhou................. EU na minha eterna jeans azul clara (minha amada avó diria: “canário-de-uma-muda- só”) e ELA em longa camisola de cetim na mesma cor, trajes nossos prediletos. Assumo que sou “zoiúdo”, com a desculpa de ser macho. ELA nunca sofre e sim planeja vinganças, uma a uma das minhas estórias... fracassadas. Na mitologia grega, sempre deu certo. Nem nos sonhos EU acerto alguma coisa. Tínhamos ido visitar nossa amiga LÊDA, que se veste muito bem, usa sempre um diadema e tem o porte espartano de atleta e ao mesmo tempo rainha. O marido e ela criam pavões, o animal de cem olhos, ave pela qual HERA, minha mulher, é apaixonada e por pura implicância e um certo ciúme de seus devaneios EU não a deixo criar. No sonho da minha amiga, EU remoçara absurdamente, ELA me sentia ao máximo com 25 anos. Conversamos assuntos monótonos sobre as mais recentes estradas romanas, os jogos olímpicos em homenagem a mim (sabiam?) e o trabalho escravo entre os povos vencidos , bárbaros que não falam grego, na minha opinião necessário e naturalíssimo, poupando-se as moças bonitas de longas pernas. Ao mesmíssimo tempo, LÊDA chegava com dois ovos grandes numa bandeja dourada, minha mulher esticou os pés, LÊDA tropeçou, equilibrou-se, mas um dos ovos caiu ao chão, quebrou e de dentro saíram algo como dois menininhos iguais. HERA é louca. Berrou para mim o mais alto que pôde: “Ah, que enjoado! VOCÊ fala sempre a mesma coisa!!!” Saiu andando a passos largos, sem olhar para trás, e... se perdeu na multidão. Não foi bem assim. Caminho cheio de gente, adultos e crianças. Todos parados. Perguntou. Um ensaio de teatro em via pública, mas ELA não viu diretor, cenógrafo e atores - eram pessoas assistindo o quê? Um efebo nu, virgem, adolescente entre 18 e 20 anos, “lindo como um deus grego” (claro: o cenário do sonho era a Grécia - nunca seria um amoroso Camões ou um samurai)............. Apaixonou-se de imediato, algum dinheiro na bolsa, levá-lo a um motel perto dali, estreá-lo sem pílula ou camisinha, bela vingança contra o marido, o “coitado, sempre honesto e bem (ou mal?) intencionado” EU! Assumo as minhas tentativas de infidelidade... nos meus sonhos também. Do nada, surgiu um barulhento som metálico - despertador tocou estrondoso na mesinha de cabeceira. Alunos esperando para as aulas de Português, às 7 da manhã. Acordou transpirando muito, braços fora da cama como quem tenta abrir espaço na multidão. Ou abraçar o outro? Disse ELA que a energia de um raio entrou pela janela aberta, na direção exata de um abajur montado sob uma estatueta de EROS, o deus do amor, e o espatifou. Agora exige que EU compre outro, no bairro da Liberdade, capital do meu Estado. Ah, e de quebra alguns pastéis de Belém e doce de feijão. NOTA DO AUTOR: DEUSES PARECIDOS - JÚPITER e JUNO, mitologia romana; ZEUS e HERA, mitologia grega. ZEUS constantemente se transformava em um bicho, na idéia de facilitar assim as aventuras amorosas. Encantou-se com LÊDA, rainha de Esparta, casada com Tíndaro; transformado em cisne, fingiu-se perseguido por uma águia, a jovem o recolheu e o esperto lhe deixou dois ovos enormes; de um nasceram CASTOR e PÓLUX (simbologia dual do signo Gêmeos) e de outro CLITEMNESTRA e HELENA. F I M
Copyright ATHINGANOI © 2012
Todos os direitos reservados.
Este trabalho já foi visitado 475 vezes.

ENVIE este trabalho para um(a) amigo(a). ESCREVA para ATHINGANOI.

Comentários dos leitores

Adoro mitologia grega. Acho que fui uma destas deusas e conheci você numa encarnação passada. Viu? Quem mandou ser "zoiúdo"?

Postado por lucia maria em 06-11-2012

COMENTE ESTE TRABALHO, DIZENDO QUAL FOI A IMPRESSÃO QUE ELE LHE CAUSOU.





AJUDE-NOS a manter o bom nível deste portal!

Se você achou que este texto é ofensivo, imoral ou que fere
a nossa POLÍTICA DE USO, por favor, AVISE-NOS!




Autores & Leitores
  • Copyright A&L © 2005-2013
  • Todos os direitos reservados.