Página inicial do portal Autores & Leitores
Quem  |  Autores  |  Leitores  |  Associados  |  Mural  |  Dúvidas  |  Contato  |     PUBLICAR    |
Entrar | Registrar
 Esqueci minha senha
Anúncio Portal A&L

Área dos LEITORES

Colunistas

Autores Consagrados

Quadrinhos

Bibiotecas Virtuais

Livros

Novos autores

Downloads

Lançamentos

Ofertas

Informações

Autores & Leitores  >  Leitores >  Novos

Apresentação de trabalho publicado

Caro leitor,

Sinta-se à vontade para ler este trabalho e deixar seus comentários.

Bons Textos!




< Visite a Página Pessoal de Marizé >


CRONICAS DA MANA ANICA - TIA ANICA



					    
AS MELAS DA FUZETA Era verão na aldeia. P´las ruas de piso muito irregular começavam a aparecer algumas figuras típicas. As mulheres fusetenses, mais conhecidas por melas são sempre os primeiros personagens deste imenso palco da vida. Logo pela manhãzinha, começavam a varrer e a lavar as portas e os lancis. Iam buscar baldes de água aos poços existentes ou de algumas vizinhas. Quando a água da limpeza corria pelas valetas e arrastava certos detritos para as portas das vizinhas, ou quando o vento ou alguma mais ousada fazia o montinho do lixo à porta da outra… surgiam vários conflitos por causa da higiene local porque eram elas que cuidavam das ruas. Duas ou três escadas para a caiação junto de algumas moradias, observa-se numa das ruas. Em cada escada suspenso pelo respetivo gancho o balde de cal e o pincel. As caiadeiras subiam por elas, outras mexem a cal, deitam-lhe um pouco mais de água e começam a caiar cantarolando…. Enquanto umas caiadeiras esfolam as paredes para caiar outras vão limpando. Do lado contrario da rua, onde há sombra, já se sentaram alguns grupos de mulheres. Sentadas nas suas cadeiras baixas, de tabua, umas fazem renda (bilros e crochet) outras costuram (chapeiam os lençóis ou metem fundilhos nas calças de homem). Uma mulher mais velha vai tricotando as afamadas peúgas grossas de lâ para a faina do bacalhau. A Mana Anicas vai fazendo a empreita e perto dela uma jovem observa os movimentos ágeis dos seus dedos. Ao lado outro grupo de mulheres “afofam a lã para o colchão e outras ripam a carepa para o colchão dos filhos. Aparece na rua um grupo formado por três mulheres que se dirige ao grupo onde está a Mana Anica. ROSA - Bom dia ! Alguma destas senhoras é a Mana Anica?
Copyright Marizé © 2012
Todos os direitos reservados.
Este trabalho já foi visitado 523 vezes.

ENVIE este trabalho para um(a) amigo(a). ESCREVA para Marizé.

COMENTE ESTE TRABALHO, DIZENDO QUAL FOI A IMPRESSÃO QUE ELE LHE CAUSOU.





AJUDE-NOS a manter o bom nível deste portal!

Se você achou que este texto é ofensivo, imoral ou que fere
a nossa POLÍTICA DE USO, por favor, AVISE-NOS!




Autores & Leitores
  • Copyright A&L © 2005-2013
  • Todos os direitos reservados.