Página inicial do portal Autores & Leitores
Quem  |  Autores  |  Leitores  |  Associados  |  Mural  |  Dúvidas  |  Contato  |     PUBLICAR    |
Entrar | Registrar
 Esqueci minha senha
Anúncio KD Inovações Tecnológicas

Área dos LEITORES

Colunistas

Autores Consagrados

Quadrinhos

Bibiotecas Virtuais

Livros

Novos autores

Downloads

Lançamentos

Ofertas

Informações

Autores & Leitores  >  Leitores >  Novos

Apresentação de trabalho publicado

Caro leitor,

Sinta-se à vontade para ler este trabalho e deixar seus comentários.

Bons Textos!




< Visite a Página Pessoal de ATHINGANOI >


QUATRO EM UM: CONTO DE NATAL



					    
RUBEMAR ALVES Há muitos anos, tivemos lá em casa Quatro em Um. Desconheço hoje o fabricante, mas ainda na minha remota infância (estão pensando que já nasci com este corpo alto e somando estas décadas todas?) havia um doce chamado Quatro em Um. Lata redonda, baixinha, quatro diferentes doces de corte - goiabada, marmelada, pessegada e uma quarta opção, variável entre figada, batata doce, banana ou ameixa preta... As incertezas da memória depois dos 40. Dois tamanhos e meu pai, por certo no entusiasmo do dia do pagamento da fábrica e semana do Natal, comprou o que era maior. Quatro filhos! Felizes, meu irmão e eu tratamos de escolher cada um a sua parte - tomei a frente na decisão, e, absoluto machista, expliquei às duas meninas, ainda bobinhas e talvez supersticiosas, que “faz mal” menina escolher primeiro pois o castigo é o cabelo cair todinho. Ah, mulher vaidosa e tola! Elas ficaram com os doces mais comuns, os primeiros da lista, e nos deram uma filosófica e fraternal lição que só entendemos muitos anos depois: dividiram meio a meio, milímetro por milímetro, a goiabada e a marmelada. Sim, escolhemos... e devoramos tudo. Assumi sozinho, primogênito orgulhoso por mérito, um Tiradentes paulista, ainda imberbe e de cabelos aparados, a total responsabilidade, embora não tivéssemos feito por má fé, de termos comido antecipada a sobremesa rica da pobre ceia de Natal. Quatro em Um e NÓS éramos quatro!!! Falha na comunicação. Não fui punido porque minha “advogada”, a avó-madrinha que escolhera meu nome unindo os nomes de pai e mãe, disse que “o Menino Jesus etc. etc. etc.” - desculpem, esqueci as palavras exatas do pequeno discurso e caiu um cisco agora mesmo no meu olho esquerdo, lado do coração. F I M
Copyright ATHINGANOI © 2012
Todos os direitos reservados.
Este trabalho já foi visitado 456 vezes.

ENVIE este trabalho para um(a) amigo(a). ESCREVA para ATHINGANOI.

Comentários dos leitores

Texto lindíssimo. "Vi" os quatro ao redor da lata e me comovi - o líder continuou líder, mas neste dia entendeu uma grande lição de humanismo, irmandade e fraternidade. Posso limpar o falso cisco do seu olho?!

Postado por lucia maria em 30-12-2012

COMENTE ESTE TRABALHO, DIZENDO QUAL FOI A IMPRESSÃO QUE ELE LHE CAUSOU.





AJUDE-NOS a manter o bom nível deste portal!

Se você achou que este texto é ofensivo, imoral ou que fere
a nossa POLÍTICA DE USO, por favor, AVISE-NOS!




Autores & Leitores
  • Copyright A&L © 2005-2013
  • Todos os direitos reservados.