Página inicial do portal Autores & Leitores
Quem  |  Autores  |  Leitores  |  Associados  |  Mural  |  Dúvidas  |  Contato  |     PUBLICAR    |
Entrar | Registrar
 Esqueci minha senha
Anúncio BAC

Área dos LEITORES

Colunistas

Autores Consagrados

Quadrinhos

Bibiotecas Virtuais

Livros

Novos autores

Downloads

Lançamentos

Ofertas

Informações

Autores & Leitores  >  Leitores >  Novos

Apresentação de trabalho publicado

Caro leitor,

Sinta-se à vontade para ler este trabalho e deixar seus comentários.

Bons Textos!




< Visite a Página Pessoal de ATHINGANOI >


SOU INOCENTINHO, UM



					    
RUBEMAR ALVES Minha AMIGA carioca não acredita, mas coincidência pode acontecer, sim. Desde longa data, EU a chamo de Ratinha e ELA me chama de Gigante. Nem ofensa cruel nem elogio meloso. Aí, faltei a um encontro noturno em troca de e-mails imediatos (está farta de saber que EU tenho trabalhado muito, quinze dias diretos sem folga, numa indústria “sanguessuga” no dizer dela - dormi cedo, só isto); enquanto o Gigante costumeiro não aparecia, a Ratinha foi conversar na sala de Virgens - dois nicks tipicamente doces, chamativos: 1 - ‘princesa’......... De cara, alguém a chamou para conversar. Coincidência é que na véspera havia me falado sobre uma cadeia de montanhas, no Rio de Janeiro, forma semelhante a um corpo deitado, com o nome de Gigante Adormecido. Era um também Gigante, na minha “ausência”, mas se dizendo Acordado. Conversaram, ELA se apresentou com 24 anos, de Petrópolis/RJ, secretária de uma advogada, disse apreciar literatura (Sartre, Simone e autores nacionais, principalmente Guimarães Rosa), iniciando agora um volume de Proust. O coitado, embora com frases bastante elaboradas, disse apreciar “fixão” (coitado de mim se EU tivesse escrit o dessa maneira!) - ELA imediatamente ‘esclareceu’ gostar de contos que sejam “reais e fiCCionais” ao mesmo tempo. Desde o primeiro minuto desconfiada, certas palavras que o narrador aqui costuma usar, lá pelas tantas cismou que era EU, teve “certeza”, paulista disfarçado de mineiro - ELE próximo da capital, e minha AMIGA já inventando ter parentes em BH, citou até um bairro. O fulano perguntou o nome dela, ‘intitulou-se’ com o nome de musa grega, em ortografia bem clássica (Th...y...) - alegou que o pai dela adora mitologia grega (sabe que EU adoro!)... o internauta idem. “É ELE! Meu descarado AMIGO sumidinho para mim que veio conversar à toa e por acaso me achou! O mundo é pequeno.” Perguntou a EL A sobre possível carência por não ter namorado (por vezes minha AMIGA me chama de ‘carentinho’ dentro desse mesmo assunto) - digitou, agressiva apenas no pensamento: “Não sou carentinha.” ELA sempre diz que tudo na vida tem o lado positivo e o lado negativo. Se era EU, já sei tudo a respeito de mim mesmo; se não era EU, o ‘outro’ passaria a saber. Inventou ser minha sócia literária (em verdade, corrige os meus textos, como uma professora enjoaaada que vê ‘cem’ erros num texto pequeno e ‘mil’ em......... e como dá palpites o tempo todo!!!) e indicou endereço de portal onde “nós” publicamos (?) - o homem anotou, prometeu ler. Signo dele? Exato ascendent e dela......... ELA enjoou, dúvidas entre faca serrilhada que corta embutidos congelados ou suco de abacaxi com cianureto contra mim e saiu do chat (sala de bate-papo) de repente, sem se despedir. Nenhum e-mail meu para ELA. “Claro que é ELE!” Digitou para mim um e-mail enigmático. Assunto: O GIGANTE ACORD. Em seguida, Contagem, Princesa, Petrópolis. Voltou ao chat. 2 - .........e ‘boneca(m)’. De cara, chamou o Gigante para conversar. Apresentou-se com 18 anos, da cidade do Rio de Janeiro, versátil e multipolar Geminiana (três verdadeironas), perguntou se ELA namorava, citou que o namorado residia na “minha” cidade e não se encontravam com muita frequência. O internauta com 21 anos, ELA digitou um escandaloso “Só?????????” Pela conversa madura, o imaginava com mais de 40 anos, citou a “minha” idade, ELE riu. Conversaram bem menos, desta vez. Ficou sem argumentos, inventou ir atender campainha e uns minutos poucos saiu da sala. Nenhum e-mail meu para ELA. “Claro que foi ELE!” Digitou para mim outro e-mail complementar. Responder: Boneca(m). Foi dormir. Não entendi. Não perguntei de imediato. Numa lenga-lenga em três fases: a - justificou engano - “recados para um primo que há alguns anos foi morar em... Roraima”; b - fez o longo relato da desconfiança e aí me acusou de ser um Ariano “torto e degenerado”, pois só aos Geminianos é permitido ser múltiplo; c - finalizou, lamentando meu cansaço, chamou de Meu Gigante Primeiro e Vitalício, que me vira dormindo e até escutara o ronronar suave de um gato manso-carinhoso-rude. Esqueceu que gatos estraçalham e devoram ratinhas... Mais depressa ELA me devora! F I M
Copyright ATHINGANOI © 2013
Todos os direitos reservados.
Este trabalho já foi visitado 331 vezes.

ENVIE este trabalho para um(a) amigo(a). ESCREVA para ATHINGANOI.

Comentários dos leitores

Sou inocentinho, um "quase" santo - título incompleto; Ariano se comportando múltiplo, nunca vi. Isso é coisa de maravilhosos e criativos Geminianos. Parabéns! -

Postado por lucia maria em 11-07-2013

COMENTE ESTE TRABALHO, DIZENDO QUAL FOI A IMPRESSÃO QUE ELE LHE CAUSOU.





AJUDE-NOS a manter o bom nível deste portal!

Se você achou que este texto é ofensivo, imoral ou que fere
a nossa POLÍTICA DE USO, por favor, AVISE-NOS!




Autores & Leitores
  • Copyright A&L © 2005-2013
  • Todos os direitos reservados.