Página inicial do portal Autores & Leitores
Quem  |  Autores  |  Leitores  |  Associados  |  Mural  |  Dúvidas  |  Contato  |     PUBLICAR    |
Entrar | Registrar
 Esqueci minha senha
Anúncio BAC

Área dos LEITORES

Colunistas

Autores Consagrados

Quadrinhos

Bibiotecas Virtuais

Livros

Novos autores

Downloads

Lançamentos

Ofertas

Informações

Autores & Leitores  >  Leitores >  Novos

Apresentação de trabalho publicado

Caro leitor,

Sinta-se à vontade para ler este trabalho e deixar seus comentários.

Bons Textos!




< Visite a Página Pessoal de ATHINGANOI >


PARA MAU ENTENDEDOR, "CEM PALAVRAS NÃO BASTAM...



					    
RUBEMAR ALVES FLIP - Feira Literária de PARATY (com “y” tradicional), palavra de origem tupi, significando ‘mar branco’. Bom, em 2013, homenagem ao escritor alagoano GRACILIANO RAMOS (1892/1953). Taí, lembrei um fato real - cruel (até certo ponto) e engraçado ao mesmo tempo. Namorado da minha AMIGA carioca sumiu por mais de um mês sem dar a menor notícia. Trabalhava à noite, ELA sabia o endereço da empresa, mas não iria telefonar do “orelhão” esquina às 22 horas. Ou era extremante rude ou se fazia de inferior, sei lá com que intenções. Nunca por dentro de um assunto, só emitia besteirol (e na frente de todo mundo!), as pessoas indagavam o que ELA vira nele - o tamanhão: bom empurrador de móveis até cheios e amassava fácil latinhas vazias de bebida para doação. O não saber nada de nada nunca era algo suspeito. Nem novelas globais? Não. Nem isso. Elogiava a moça o mais que podia, mas se não entendia o que ELA falava, era como se a considerasse um dicionário... de grego. Ao final de um mês reapareceu, um belo fora já arquitetado (perdão, Niemeyer!) e ELA o chamou para o cinema. Bairro propositalmente bem distante, no caminho caprichou em assuntos que entupiram os ouvidos dele. Filme biográfico do “Velho Graça”, como o nomeavam os amigos literários. O cretino pediu que ELA pagasse as duas entradas - modernamente, em todo caso, que dividissem as despesas. (Em situação parecida, despesa divisível por 4, ELE pagou “uma metade” e ELA “as outras três”.........) Lá pelas tantas, muitas perseguições políticas, Graciliano preso na Ilha das Cobras, Rio de Janeiro, um homem pergunta se ele é de Palmeiras (falou só assim). Cinema quase vazio, o namorado idiota imaginou pergunta sobre time de futebol numa situação caótica e soltou uma bruta gargalhada. Alguém gritou “Cala a boca, idiota” - ELE entendeu (?) o espectador gritando para a tela. Ora, a moça não sabia desta cena, mas serviu como ‘pretexto- chefe’, isto é, bem grande. Ônibus para casa. Apresentou pequeno discurso, esclareceu cidade onde o escritor tinha sido prefeito, o imbecil perguntou se na vida real (como, se era biografia?) ELE era um índio. Gota que faltava! ELA puxou a cordinha e o fez descer. Nunca mais o viu. Por acaso, recentemente ELA descobriu numa lenda indígena a origem da cidade: “Há muitos anos havia na localidade um índio chamado TILIXI, apaixonado pela índia TIXILIÁ, prometida ao cacique ETAFÉ; logo, a velha estória do amor proibido. Numa festa tribal, o rapaz beijou a moça e como castigo foi condenado a morrer de inanição. A garota, proibida de vê-lo, desobedeceu, foi até ELE, flagrada e flechada mortalmente pelo noivo “traído”... No lugar onde ambos morreram, nasceu uma palmeira.” NOTA DO AUTOR: PALMEIRA DOS ÌNDIOS - Terceira maior cidade do Estado de Alagoas, localizada no agreste, fazendo divisa com Pernambuco, situada a 134 km da capital, cognominada “Princesa do Sertão”. Entre 1928 e 1930, teve por prefeito o escritor Graciliano Ramos, nascido em Quebrângulo - AL. F I M
Copyright ATHINGANOI © 2013
Todos os direitos reservados.
Este trabalho já foi visitado 368 vezes.

ENVIE este trabalho para um(a) amigo(a). ESCREVA para ATHINGANOI.

Comentários dos leitores

Vi este filme, grande obra. Lado pior - as perseguições políticas. Mas que namorado, hein?! Eu o jogaria para fora do ônibus pela janela. Gosto de intelectual, esperto, inteligente, c o n t i s t a........... Parabéns!

Postado por lucia maria em 19-07-2013

COMENTE ESTE TRABALHO, DIZENDO QUAL FOI A IMPRESSÃO QUE ELE LHE CAUSOU.





AJUDE-NOS a manter o bom nível deste portal!

Se você achou que este texto é ofensivo, imoral ou que fere
a nossa POLÍTICA DE USO, por favor, AVISE-NOS!




Autores & Leitores
  • Copyright A&L © 2005-2013
  • Todos os direitos reservados.