Página inicial do portal Autores & Leitores
Quem  |  Autores  |  Leitores  |  Associados  |  Mural  |  Dúvidas  |  Contato  |     PUBLICAR    |
Entrar | Registrar
 Esqueci minha senha
Anúncio Autores & Leitores

Área dos LEITORES

Colunistas

Autores Consagrados

Quadrinhos

Bibiotecas Virtuais

Livros

Novos autores

Downloads

Lançamentos

Ofertas

Informações

Autores & Leitores  >  Leitores >  Novos

Apresentação de trabalho publicado

Caro leitor,

Sinta-se à vontade para ler este trabalho e deixar seus comentários.

Bons Textos!




< Visite a Página Pessoal de ATHINGANOI >


BOTÃO NA BLUSA



					    
ELA foi trabalhar em outra escola e agora era turno da tarde. A diretora apresentou uma efetiva turma de 5ª série (atual 6º ano), alunos mais velhos. Como a tal escola municipal estava sendo inaugurada, todos os professores estavam na situação de ‘sondar’ os alunos, capacidades etc. Minha AMIGA teve que conter as ideias... criativíssimas. A coordenadora de português distribuiu aos professores a apostila de textos pré-escolhidos (odiou!) e, na hora de entregar a ELA, fez uma curvatura com o corpo, como se cumprimentasse uma japon esa. Tem olhos pequenos, descendência oriental nenhuma, achou que era um gracejo, repetiu o gesto da outra. Os dias sucediam e a coordenadora sempre fazendo gestos diferentes, como juntar as duas mãos na frente do peito, gesto esotérico de mudra, que simboliza a reverência ao Deus interior de cada um. Muitos gestos, cada dia um diferente. Minha AMIGA observou que isto só acontecia quando não havia perto outra pessoa. Ficou desconfiada, sem entender. Portanto, gestos sem reciprocidade, só na primeira vez. Um dia, já impaciente, a tal coordenadora perguntou de cara: “Afinal de contas, qual é a sua religião?” Como responder, com exatidão? Bom, fora batizada na igreja católica, mais tarde fez a primeira comunhão e cursara escolas públicas que anualmente festejavam Páscoa, ELA confessava-comungava, jejum quebrado no refeitório com chocolate quente, suco de frutas e bolo, podia repetir... presépio e reunião familiar de Natal em casa... mas não era lá tão devota assim... e não soube de imediato o que responder. Por minutos calada, a outra avançou para ELA e disse que podia contar, pois guardaria “segredo”. Avançou mais ainda para minha AMIGA e segurou um botão dourado, preso na frente da roupa, bem no meio da parte de cima da blusa. Era um botão redondo, com o desenho da flor-de-lis. A coordenadora parecia ter um ponto de interrogação pint ado na testa curiosa. Riu, não se conteve, esclareceu. Embora tomasse apenas um ônibus, a escola anterior era muito longe, acordava extremamente cedo, chuveiro, vestia-se às pressas, mal engolia um café preto e saía de casa ainda no escuro. Certa vez, sentiu que a camisa de malha, manga curta, parecia sufocá-la, apertar o pescoço, algo assim; aí, alguém advertiu na rua, que a blusa dela estava ao contrário, a parte da frente, perceptível pelo desenho, estava virada para trás... Foi avisada várias vezes por várias pessoas no caminho até o ônibus (perceberam mesmo ainda antes do sol!) e depois na longa rua da escola. Sim, mas não tinha como voltar para casa ou trocar na rua. Passados uns dias, camiseta de alcinha , não sufocante, porém outra vez o desenho nas costas......... Invenção pragmática. Um botão qualquer na frente de todas as blusas, bastava manusear e nunca mais erraria. Muitas blusas, sendo que por acaso havia numa gaveta da máquina de costura cerca de dez botões iguais, metálicos, origem a perder de vista, havia botões do tempo de um avô alfaiate, dourado combinando com qualquer cor e tecido, a solução estava ali. Nada a esconder - a outra imaginara demais e a testara à toa. Cada uma que acontece! ----------------------------------------------------------------------------- NOTA DO AUTOR: FLOR-DE-LIS - Figura heráldica muito associada à monarquia francesa desde o século XII; a palavra ‘lis’ é um galicismo que significa lírio ou íris, mas também pode ser a contração de Louis, primeiro príncipe a usar o símbolo. Também principal símbolo mundial do escotismo. F I M
Copyright ATHINGANOI © 2013
Todos os direitos reservados.
Este trabalho já foi visitado 320 vezes.

ENVIE este trabalho para um(a) amigo(a). ESCREVA para ATHINGANOI.

Comentários dos leitores

É apertar a garganta. Já me vesti assim, saí do banho e de longe vi entrar um "certo" e-mail de amigo importante.................. Não ficava bem eu ler sem blusa. Parabéns!

Postado por lucia maria em 17-08-2013

COMENTE ESTE TRABALHO, DIZENDO QUAL FOI A IMPRESSÃO QUE ELE LHE CAUSOU.





AJUDE-NOS a manter o bom nível deste portal!

Se você achou que este texto é ofensivo, imoral ou que fere
a nossa POLÍTICA DE USO, por favor, AVISE-NOS!




Autores & Leitores
  • Copyright A&L © 2005-2013
  • Todos os direitos reservados.