Página inicial do portal Autores & Leitores
Quem  |  Autores  |  Leitores  |  Associados  |  Mural  |  Dúvidas  |  Contato  |     PUBLICAR    |
Entrar | Registrar
 Esqueci minha senha
Anúncio Portal A&L

Área dos LEITORES

Colunistas

Autores Consagrados

Quadrinhos

Bibiotecas Virtuais

Livros

Novos autores

Downloads

Lançamentos

Ofertas

Informações

Autores & Leitores  >  Leitores >  Novos

Apresentação de trabalho publicado

Caro leitor,

Sinta-se à vontade para ler este trabalho e deixar seus comentários.

Bons Textos!




< Visite a Página Pessoal de ATHINGANOI >


PREVISÃO DO TEMPO



					    
... (muito) além do tempo previsto. Dia de chuva (e frio!) é dia de “dormir mais do que a cama” ou arrumar gavetas de roupas e estante de livros. Achei dois curiosos recortes que resumirei. 1 - FONTE - “Uma previsão infalível: Folhinha de Mariana nunca erra o tempo” - Jornal O GLOBO, Rio, 17/2/1991. Criada no século XIX para combater calendários obscenos da época, a Folhinha Eclesiástica de Mariana faz o que nenhuma outra consegue: acertar a previsão anual do tempo. Para cerca de 500 mil fiéis compradores, ela é milagrosa e até interrompeu as fortes chuvas que em janeiro mataram 35 pessoas em Minas Gerais, pontualmente trovões e tempestades substituídos pelo bom tempo no dia 23, como fora impresso pelo padre da Arquidiocese local. O segredo é guardado cuidadosamente há 200 anos na biblioteca da Arquidiocese, mas o cônego José Geraldo Vidigal de Carvalho, que a edita desde 1959, revela não se tratar de “ciência” divina ou religiosa e sim de tabelas astronômicas do século XVII I. Leitores exigem e a Folhinha mantém as mesmas características de impressão e diagramação. Editada pela primeira vez em 1870 pelo arcebispo Dom Silvério Gomes Pimenta, é o grande sucesso da Editora Dom Viçoso, pertencente à Arquidiocese - o “Lunário e Prognóstico Perpétuo para todos os Reinos e Províncias de Portugal” não erra nunca. Original escrito há séculos pelo astrônomo Gerómini Cortés, espanhol de Valencia, o novo livro foi trazido pelos primeiros bispos que chegaram a Mariana. Pesquisei: Gerómini Cortés (1555/1615), astrônomo e astrólogo, incluindo “saberes e práticas de cura”. O Lunário foi publicado na Espanha em 1594. Divulgada a edição portuguesa principalmente no Nordeste brasileiro, a partir de 1920 serviu de base para muitos almanaques da literatura de cordel. À minha frente, “Calendário Brasileiro para 1980 (O Rei dos Almanaques) - Astrologia, Folclore e Cordel”, 20 páginas, 21 anos de publicação pelo ‘amador de astrologia e ciências ocultas’ José Costa Leite (signo Leão) - da cidade de Condado, Pernambuco. ----------------------------------------------------------------------------- 2 - FONTE - Recorte sem título - Jornal O GLOBO, Rio, 29/12/1991. Única modernização: substituição das impressoras manuais pelas elétricas, na década de 60, a tipografia ainda continua no prédio do Palácio dos Bispos, tombado pelo Patrimônio Histórico, sem restauração há muitos anos e ameaçado de cair. Carcomido pelo tempo e pelas traças, o “Lunário.........”, porém, não erra nenhuma previsão de tempo. Além das tabelas astronômicas, ainda contém as épocas de plantio de legumes, especiarias e a tabela do amanhecer e do anoitecer. Outras informações da Folhinha são retiradas de livros eclesiásticos: dias de penitência, datas de casa santo e uma biografia do papa João Paulo II. Pela precisão e conservadorismo, no bom sentido, a Folhinha ganhou leitores ilustres, inclusive o poeta e cronista Carlos Drummond de Andrade, que a elogiou num artigo: “Essa folhinha não nos ilude com as pompas do mundo. Adverte-nos que há dias de abstinência e penitência.” Pesquisei: Etimologia - eclesiástico, do latim ‘ecclesia’ - modernamente, igreja; originalmente curral ou abrigo de ovelhas. Daí, a ideia de fiéis = ovelhas, sacerdote católico ou evangélico = pastor de ovelhas. Será que a FOLHINHA (eterna enquanto dure... - perdão, Vinícius!) ainda existe? F I M
Copyright ATHINGANOI © 2013
Todos os direitos reservados.
Este trabalho já foi visitado 335 vezes.

ENVIE este trabalho para um(a) amigo(a). ESCREVA para ATHINGANOI.

Comentários dos leitores

Esta folhinha é famosa, citada até em livros escolares, da região barroca de Minas Gerais... ali o tempo parece que parou. Gostei dos recortes achados e das pesquisas. Parabéns!

Postado por lucia maria em 17-08-2013

COMENTE ESTE TRABALHO, DIZENDO QUAL FOI A IMPRESSÃO QUE ELE LHE CAUSOU.





AJUDE-NOS a manter o bom nível deste portal!

Se você achou que este texto é ofensivo, imoral ou que fere
a nossa POLÍTICA DE USO, por favor, AVISE-NOS!




Autores & Leitores
  • Copyright A&L © 2005-2013
  • Todos os direitos reservados.