Página inicial do portal Autores & Leitores
Quem  |  Autores  |  Leitores  |  Associados  |  Mural  |  Dúvidas  |  Contato  |     PUBLICAR    |
Entrar | Registrar
 Esqueci minha senha
Anúncio BAC

Área dos LEITORES

Colunistas

Autores Consagrados

Quadrinhos

Bibiotecas Virtuais

Livros

Novos autores

Downloads

Lançamentos

Ofertas

Informações

Autores & Leitores  >  Leitores >  Novos

Apresentação de trabalho publicado

Caro leitor,

Sinta-se à vontade para ler este trabalho e deixar seus comentários.

Bons Textos!




< Visite a Página Pessoal de ATHINGANOI >


ESPIONAGEM



					    
Dizem que a serpente era de “mão” dupla, ou seja, espiava ADÃO para EVA e vice-versa (espionagem mista de animal, puro instinto & humana, racional, calculista e pensando em lucro imediato), mas se deixou seduzir pela mulher boazuda, não cobrou um único centavo, nada informar ao marido sobre ELA - dava uma de macaquinhos chineses: “não falo nada porque não vi nem escutei”, maracutaias de EVA a salvo... De fato ADÃO não tinha com quem trai-la: espiar quem (personagem), quando (tempo), onde (lugar), fazendo o quê (ação)? Teria sido o primeiro conto erótico ficcional do Paraíso, isto é, do Mundo. Só se a serpente fizesse uma encenação e dissesse que na verdade a Hortência, a Rosa e a Violeta eram mulheres disfarçadas em flores... Não era ainda espionagem aparelhada eletronicamente - o ‘detetive’ usava apenas os olhos e os ouvidos. Fácil. Era só chegar perto de Adão, projetar cenas do futuro, mandá-lo escolher um time de futebol (São Paulo, Flamengo ou qualquer outro) e cerveja ou vinho; embriagado imaginariamente, dispensável tortura física ou mental, ELE confessaria tudo ao sabor do álcool. Depois, para ELE, serpente-espião negaria ser espião e pronto! “Estamos conversando. Amigos numa mesa de botequim...” Homem bêbado solta a língua, fala tudo, em segundos chora arrependido: “Minha mulher não merecia ser traída.” Aí, chama a coitada para jantar fora, repete juras de amor eterno, nunca antes juntos num motel e na estreia ELE vira para o lado e ronca do primeiro minuto ao amanhecer, a tolinha ainda tira os sapatos dele... para que durma confortável. Não “foi bom” (pergunta clássica) para nenhum dos dois. Motel com... esposa?! Voltando à espionagem ainda não eletrônica, apenas vagamente psicológica, EVA interceptou carta que uma ETzinha de short jeans mandou para ADÃO, abriu o envelope no vapor da chaleira (espionagem de vapor & mão e olhos humanos) - publicidade......... Foto da recepcionista de um SPA, a guria apresentando condições de crédito para lua de mel em outro planeta, folheto com outra fotos, agora de anjos atléticos, tão nus quanto ELES na Terra. Tentação! Instalou aparelhos norte-americanos (agora espionagem eletrônica) no quarto de ADÃO, anestesiou o coitado (diante da tevê em futebol ou “certos” filmes no horário da madrugada não sentia nem p icada de injeção) e instalou GPS “naqueles lugares” (leitor muito malicioso)... nos pés... vigiar os passos dele. Viajou sozinha. Mulher é sempre esperta! Se voltou, não sei. F I M
Copyright ATHINGANOI © 2013
Todos os direitos reservados.
Este trabalho já foi visitado 283 vezes.

ENVIE este trabalho para um(a) amigo(a). ESCREVA para ATHINGANOI.

Comentários dos leitores

Taí, eu queria ver uma EVA desse tipo na vida de Rubemar.............. mas que é ótimo ter auxiliar-espião, lá isso é! "Homem" fiel só o da balança metálica. Parabéns!

Postado por lucia maria em 25-08-2013

COMENTE ESTE TRABALHO, DIZENDO QUAL FOI A IMPRESSÃO QUE ELE LHE CAUSOU.





AJUDE-NOS a manter o bom nível deste portal!

Se você achou que este texto é ofensivo, imoral ou que fere
a nossa POLÍTICA DE USO, por favor, AVISE-NOS!




Autores & Leitores
  • Copyright A&L © 2005-2013
  • Todos os direitos reservados.