Página inicial do portal Autores & Leitores
Quem  |  Autores  |  Leitores  |  Associados  |  Mural  |  Dúvidas  |  Contato  |     PUBLICAR    |
Entrar | Registrar
 Esqueci minha senha
Anúncio KD Inovações Tecnológicas

Área dos LEITORES

Colunistas

Autores Consagrados

Quadrinhos

Bibiotecas Virtuais

Livros

Novos autores

Downloads

Lançamentos

Ofertas

Informações

Autores & Leitores  >  Leitores >  Novos

Apresentação de trabalho publicado

Caro leitor,

Sinta-se à vontade para ler este trabalho e deixar seus comentários.

Bons Textos!




< Visite a Página Pessoal de ATHINGANOI >


FINALMENTE FÉRIAS...



					    
Uma semana fora de casa (ex-minha, nossa de uns tempos para cá)... com ELA. Primeiro aviso da hospedeira: 1-Sem televisão. Só EU escutei o suave rosnado da Ratinha: “E a minha novela das 6?” 2-Sem Internet. De novo, gozadora ou distraída? “Mesmo trabalhando, ELE me manda e-mail...” Esqueceu que EU, coitado, estaria junto a semana inteira... e pagando tudo. 3-Sem celular. Mais uma vez: “Como pedir pizza sem telefone?” Minha mulher chamou a estas recomendações de “a lei dos três SEM”. Aristófanes ou Sófocles? Porque ELA é artista natural, embora não tendo cursado Artes Cênicas, e com essa notícia riu de mim e chorou por si própria ao mesmo tempo. “Estarei longe do mundo e da civilização...” Lágrimas de crocodilo. Não sabe dirigir carro. Alega trauma de três anteriores ensinantes nervosos, ELA excelente (?) aluna de volante, “injustamente” incompreendida. E diz que quarto, comigo, nem ordinal nem ordinário, tem ‘outro’ significado. Serra paulista, delicioso friozinho no meio do mato. Boa quilometragem a partir do centro da cidade. Enxoval de curtíssimas férias? No mínimo, ELA estreou uma blusa de mangas compridas, uma estranha pantalona grossa, suéter tricotado, pijama de flanela, touca de lã, 3 pares de meias coloridas, ah, e botas curtas! Super medrosa de bicho que se arrasta - não assiste em desenho animado. “E se tiver assim uma cobra muito grande, como a da poesia do RAUL BOPP?” ELA mete literatura em tudo - foi criada assim: livros, livros, livros... Quase registrada como Diadorim......... Fui com a minha tradicional calça jeans azul clara e tênis seminovo. E óculos escuros, que amo. “Meu galã!...” Nada de fondue nesta cozinha! Em casa, ELA faz algumas vezes, até no verão, a pretexto de tomar também um licorzinho. Detesto álcool. Tem argumentos para tudo, impressionante... “Ih, amor, ativa a corrente sanguínea... só meio cálice... bem grande, tá?” Ingere três doses pequenas. Férias para detox? É, foi isto mesmo. Ayurveda, sistema de saúde tradicional na Índia: interação entre os 5 elementos do universo (Akasha, Fogo, Ar, Água e Terra) e o corpo. Juntou dedos em cruz, beijou e me jurou em voz baixa que fará pesquisas seríssimas: científicas, filosóficas e - bonita palavra! - transcendentais. Ambiente em nada artificial - frutas de inverno tiradas na hora de árvores e arbustos: caqui, pinha, laranja, tangerina, carambola, kiwi... Ah, que framboesas! E aprendemos a fazer um xarope concentrado, fervendo as frutinhas com limão e açúcar, d iminuir bem o líquido, coar em seguida (pode-se congelar em tempo curto); servir diluído em água quente com rodela de limão ou infusão de gengibre ou canela, combinação exótica e aquecedora. Todos os dias, fora da cama bem antes do sol, em jejum, xícara de água morna com gotas de limão e mel (preferi açúcar mascavo). Água? Beber ao longo do dia de 1,5 a 2 litros. ELA dizia estar se “afogando”. Nada de churrascada. Horta orgânica: salada fresquíssima (conheço uma Coelhinha que adora alface e roer cenouras cruas), legumes crus e cozidos no vapor com ervas naturais (jamais alimentos descongelados, requentados e oleosos, como em “certa” casa de uma “certa” dupla, ELA muitas vezes preguiçosa...). Feijõ es com temperos quentes e picantes - louro (acho que mereço a coroa da paciência resignada), cominho, pimenta-do-reino. Resmungou no meu ouvido: “Muita saudade! A feijoada (super pausa silabada) ca-ri-o-ca leva feijão preto e um mínimo de 7 salgados. Não mata nem esfola...” Pouco sal. Novo cochicho: “Malvado intervalo das minhas batatas fritas do fast food!” Azeite caseiro, raízes. Pães-bolos-tortas com farinha integral e “leite” (foi o que informaram...) de castanha. Outra resmungação: “Biscoito recheado, não tem? Nenhuma barrinha de choc olate envenenador?” Manteiga clarificada. Muito chá e infusões com mel e especiarias. Adorei. Vimos na despensa pequenos frascos arrumadinhos em ordem alfabética, uns frescos, outros secos. “Escreva tudo, meu anjo, tentarei comprar na feira da Praça Roosevelt... Ou é no Largo do Arouche? (Todinha melodramática.) Ó, dúvida cruel!” Anotei alecrim, anis-estrelado, camomila, canela, capim-limão, cardamomo, coentro, erva-doce, gengibre, gergelim, ginseng, hortelã, manjericão, manjerona, mostarda, noz moscada, orégano, salsa, sálvia e tomilho. E a higiene corporal? Água mineral direta das fontes para o chuveiro, sabonetes artesanais, sendo alguns esfoliantes (capim limão, castanha, mel, azeite aromático)... Tivemos também banhos de sol e na cachoeira, massagens, ioga e meditação. Voltei de “bolso magro”, f e l i z, desintoxicado......... porém ouvidos cansadíssimos. FONTE (para inspiração): “Detox no meio do mato” - Jornal O GLOBO, Rio, 29/6/13. NOTAS DO AUTOR: ARISTÓFANES (447 a.C. / 395 a.C.) - Dramaturgo grego, o maior representante da comédia antiga. Escreveu mais de 40 peças, das quais apenas 11 são conhecidas, especialmente pondo em foco as personalidades influentes (políticos, poetas, filósofos e cientistas), os desmandos e a corrupção. Autor de “A guerra do sexo”, mulheres forçando atenienses e espartanos e estabelecerem a paz. SÓFOCLES - (nascido em 497 ou 496 a.C.) - Dramaturgo grego no apogeu da cultura helênica, especializado em tragédias. Também foi ator. Escreveu após ÉSQUILO e antes de EURÍPIDES. Das 123 peças, que retratam personagens nobres e da realeza, apenas 7 sobreviveram completas. Foi o mais celebrado autor nos concursos dramáticos na cidade-estado de Atenas, de 30 vencendo 24 e ficou em 2º lugar nos demais. Em suas tragédias, dois tipos de sofrimento: por excesso de paixão ou o próprio destino (‘môira’, em grego). Autor de “Antígona”, “Édipo” e “Electra”, base moderna para os estudos do psicanalista SIGMUND FREUD. ELEMENTOS DO UNIVERSO - Segundo a crença pagã, tudo o que foi criado, o macrocosmo e o microcosmo, formou-se através dos 5 elementos: akasha, fogo, ar, água e terra. AKASHA - Princípio original cósmico: quintessência ou quinta ponta do pentagrama, voltada para cima - espírito divino; segundo a teosofia, relaciona-se com uma força chamada Kundalini, que é a luz astral ou ovo da vida. FOGO - Elemental: Salamandras. Misticismo da vela e da luz. AR - Silfos ou sílfides. Incenso e penas. ÁGUA - Ondinas. Rios, cachoeiras, lagos e mares. Terra - Gnomos. O último elemento a ser formado. Pentagrama e sal. F I M
Copyright ATHINGANOI © 2013
Todos os direitos reservados.
Este trabalho já foi visitado 271 vezes.

ENVIE este trabalho para um(a) amigo(a). ESCREVA para ATHINGANOI.

Comentários dos leitores

TERRA sem maiúscula! Não tenho essa coragem de desintoxicação e você nos deu uma aula e tanto. Este marido deve ser um príncipe encantado, mas no fundo ele se diverte muito - felicidade é isso. Parabéns!

Postado por lucia maria em 29-10-2013

COMENTE ESTE TRABALHO, DIZENDO QUAL FOI A IMPRESSÃO QUE ELE LHE CAUSOU.





AJUDE-NOS a manter o bom nível deste portal!

Se você achou que este texto é ofensivo, imoral ou que fere
a nossa POLÍTICA DE USO, por favor, AVISE-NOS!




Autores & Leitores
  • Copyright A&L © 2005-2013
  • Todos os direitos reservados.