Página inicial do portal Autores & Leitores
Quem  |  Autores  |  Leitores  |  Associados  |  Mural  |  Dúvidas  |  Contato  |     PUBLICAR    |
Entrar | Registrar
 Esqueci minha senha
Anúncio BAC

Área dos LEITORES

Colunistas

Autores Consagrados

Quadrinhos

Bibiotecas Virtuais

Livros

Novos autores

Downloads

Lançamentos

Ofertas

Informações

Autores & Leitores  >  Leitores >  Novos

Apresentação de trabalho publicado

Caro leitor,

Sinta-se à vontade para ler este trabalho e deixar seus comentários.

Bons Textos!




< Visite a Página Pessoal de ATHINGANOI >


GRILOS" NO ALUGUEL DE ROUPAS



					    
CHAPÉU era considerado “azarão”. A primeira pessoa que o alugou, madrinha do noivo, contou que a moça disse ‘não’ na hora do ‘sim’ e fugiu com outro que já a esperava na porta da igreja com um fusca de décadas passadas... apaixonado imitando o pai que sequestara a noiva de um amigo nas mesmas circunstâncias e com o mesmo carro. Em outra ocasião, noiva e noivo se atracaram violentamente na porta da igreja e terminaram tudo. Tempos depois, o mesmo chapéu voou na rua e foi atropelado por uma patrulha e esmagado por um carro de funerária a serviço... VESTIDO estaria sendo alugado por uma secretária para a festa de noivado, mas não tinha ideia de qual exatamente escolher que agradasse ao noivo. Não podia ser de alça fininha, “indecente”, dizia o bobão. Na dúvida, pediu a opinião de um rapaz desconhecido que estava também alugando um terno para seu próprio noivado: escolheu azul celeste, tomara-que-caia, sem alça nenhuma, “lindo”, disse o esperto. Olharam-se, conversaram, sorvete na padaria da esquina, gostaram-se e... casaram em tempo recorde. VESTIDO foi alugado para uma festa por uma atriz famosa (colocará na futura biografia o que contou sob risadas numa entrevista televisiva?) pensando em economizar o dinheiro que o marido lhe dera para comprar a roupa, só que ele adorou o efeito do vermelho justo no corpo dela e pediu que o usasse naquela noite de aniversário para irem a um......... Desesperada, voltou à loja e acabou alugando o vestido diversas vezes para irem outra vez, outra vez, outra vez... (leitor já sabe). Aluguel mais caro que vestido comprado pronto! Pior (ou melhoríssimo?) foi com um noivo que experimentou alguns trajes, decidiu-se por um SMOKING, já trazia na lapela um cravo branco de cetim. Fevereiro, calor, sábado de carnaval. A entrega estava muito atrasada (não sei as razões, mas o cara se vestiria na sacristia mesmo). Roupa chegou em cima da roupa, a três minutos da cerimônia, entregador avisou sobre a loja fechada desde o meio-dia, gorjeta gorda......... Abriu o pacote: fantasia completíssima de palhaço. Pior, com erro: máscara com o narigão de Cyrano de Bergerac. Noiva o despachou na hora. Por isso aconselho as pessoas a não casarem. Tem lógica o que estou dizendo? F I M
Copyright ATHINGANOI © 2013
Todos os direitos reservados.
Este trabalho já foi visitado 315 vezes.

ENVIE este trabalho para um(a) amigo(a). ESCREVA para ATHINGANOI.

Comentários dos leitores

Eu agarraria este noivo - mesmo com roupa de palhaço e narigão de opereta francesa - e não largaria nunca mais, entendeu bem direitinho? Parabéns!

Postado por lucia maria em 10-11-2013

COMENTE ESTE TRABALHO, DIZENDO QUAL FOI A IMPRESSÃO QUE ELE LHE CAUSOU.





AJUDE-NOS a manter o bom nível deste portal!

Se você achou que este texto é ofensivo, imoral ou que fere
a nossa POLÍTICA DE USO, por favor, AVISE-NOS!




Autores & Leitores
  • Copyright A&L © 2005-2013
  • Todos os direitos reservados.