Página inicial do portal Autores & Leitores
Quem  |  Autores  |  Leitores  |  Associados  |  Mural  |  Dúvidas  |  Contato  |     PUBLICAR    |
Entrar | Registrar
 Esqueci minha senha
Anúncio Autores & Leitores

Área dos LEITORES

Colunistas

Autores Consagrados

Quadrinhos

Bibiotecas Virtuais

Livros

Novos autores

Downloads

Lançamentos

Ofertas

Informações

Autores & Leitores  >  Leitores >  Novos

Apresentação de trabalho publicado

Caro leitor,

Sinta-se à vontade para ler este trabalho e deixar seus comentários.

Bons Textos!




< Visite a Página Pessoal de ATHINGANOI >


CONDUTOR, INDUTOR, SEDUTOR...PALAVRAS "PARENTES



					    
Telenovela misturando história (realidade social) com estória (ficção). Daí, ELA resolveu fazer uma pesquisa sobre ‘bonde’, veículo popular, e apareceram na telinha do computador várias fotos de rua e letras de música, algumas de carnavais do começo do século XX. Uma aula e tanto! Uma delas gravada e com estribilho interessante, som da campainha, onomatopeia como efeito musical: “Seu condutor, tintim, / seu condutor, tintim, / pára o bonde / pra descer o meu amor.” Aprendeu os autores, Alvarenga e Ranchinho, dois “caipiras” paulistas no Rio. Letra simples, logo retida no ouvido - depois, os carnavalescos foliões de verdade a cantavam bem alto dentro do bonde, enquanto o condutor - geralmente português e gordo - suando muito, pendurado em quase desequilíbrio no balaústre (“Faz favoire...” - era o slogan), tentava recolher os tostões (níqueis, moedas) dos passageiros, na maioria relutantes. Resumiu, imprimiu e guardou. Casara com um “nervosinho” que gostava de perturbá-la à toa. Estressado, nada, apenas um carinha bobo-alegre-implicante-sem-motivo, esposa é um anjo... “de chifrinhos vermelhos”, diz ELE, mas “uma anja azul”, diz ELA. Recebeu um pacote na rodoviária com algumas páginas de jornais velhos, um tanto ultrapassados, porém assuntos selecionados para sua famosa caixa de papelão com ‘mil’ recortes, e descobriu que o maracujá tem passiflora, que é indutor (?) do sono. Foi ao dicionário. “Indutor - instigador; círculo que produz a indução elétrica...” - mas era para acalmar ou torná-lo ainda mais agitado, elétrico? Condutor de calma. Chá calmante, eis a solução. Fitoterápicos. Misturou camomila, jasmim, maracujá, melissa, lúpulo, tília, capim-limão e........ (por conta dela!) gotas de essência de amêndoas, sempre comprado para o pudim de gemas. Adoçante... Ferveu, esfriou, gelou numa garrafa transparente. ELE chegou da empresa sedento, confundiu com algum refresco e bebeu além da metade. (O limite é apenas 3 xícaras por dia e com apenas um ingrediente.) Ainda comeu meia barra de chocolate amargo, que o jornal indicava como “fonte de triptofano” (?), atuando na sensação de relaxamento. Relaxamento? ELE apenas balbuciou que... “O galã aqui é o seu sedutor.” Caminhou até o sofá (que diz odiar!) e... (sonolência em excesso?) teve um sono tranquilo, tranquilo... À meia- noite, hora fatal de Cinderelos e Cinderelas, acordou espantado, sem graça, e foi para o quarto, a anjinha em sono ‘nada inocente’ de sétimo céu......... ---------------------------------------------------------------------------- FONTE (para inspiração): “Para ficar bem calminho” - Jornal EXTRA, Rio, 6/10/13. F I M
Copyright ATHINGANOI © 2013
Todos os direitos reservados.
Este trabalho já foi visitado 307 vezes.

ENVIE este trabalho para um(a) amigo(a). ESCREVA para ATHINGANOI.

Comentários dos leitores

É, palavras "parentes" - você por certo engoliu um dicionário. Vejo que também aprecia as boas novelas. Sim, maridos "nervosos" só se acalmam assim... Um coquetel de ervas, tudo 'inocentemente' misturado. Parabéns!

Postado por lucia maria em 01-12-2013

COMENTE ESTE TRABALHO, DIZENDO QUAL FOI A IMPRESSÃO QUE ELE LHE CAUSOU.





AJUDE-NOS a manter o bom nível deste portal!

Se você achou que este texto é ofensivo, imoral ou que fere
a nossa POLÍTICA DE USO, por favor, AVISE-NOS!




Autores & Leitores
  • Copyright A&L © 2005-2013
  • Todos os direitos reservados.