Página inicial do portal Autores & Leitores
Quem  |  Autores  |  Leitores  |  Associados  |  Mural  |  Dúvidas  |  Contato  |     PUBLICAR    |
Entrar | Registrar
 Esqueci minha senha
Anúncio Silvino Bastos

Área dos LEITORES

Colunistas

Autores Consagrados

Quadrinhos

Bibiotecas Virtuais

Livros

Novos autores

Downloads

Lançamentos

Ofertas

Informações

Autores & Leitores  >  Leitores >  Novos

Apresentação de trabalho publicado

Caro leitor,

Sinta-se à vontade para ler este trabalho e deixar seus comentários.

Bons Textos!




< Visite a Página Pessoal de ATHINGANOI >


A GRÉCIA É AQUI TAMBÉM



					    
1 - APOLO - o mais belo dos deuses, alto, famoso por seus cabelos encaracolados, negros com reflexos azulados - conheceu numerosos amores, mas poucos foram correspondidos. A ninfa DAFNE, filha do deus do rio Peneu, na Tessália, não correspondeu aos seus desejos: fugiu para as montanhas e, como ele a perseguisse, suplicou a seu pai que a metamorfoseasse, foi transformada num loureiro, a árvore por excelência de APOLO. Desde garoto metido a galã. Super hiper extra mulherengo. No terceiro dia de apenas segurar na mão, partia para nova conquista. Tinha lábia. E como conseguia! “Bonitinho e ordinário”, era o que a garotas diziam dele. Muito paquerador. PAOLO. Italiano? Embora paulista, nada a ver com os emigrantes de espécie alguma, não comia de palitinho, também não era nada ‘macarrônico’. Na hora do registro, o escrevente estava muitíssimo embriagado, o chefe não reparou e o fulaninho continuou escrevendo com caneta os nomes das crianças. Na terceira letra do nome, deu uma bruta cochilada e sem querer arredondou o ‘u’ que virou ‘o’. (Talvez por causa dessa estória ELE tenha crescido com horror a bebida alcoólica.) Apaixonou-se por DIANA, filha de um pescador de rio, e a garota, de compleição miúda, tinha medo dele, um Gigante, como o apelidara, grande amigo, mas não aceitando para namoro: fugiu para Campos do Jordão, cidade montanhosa, pediu a uma amiga que a metamorfoseasse, foi transformada numa lourinha, que ELE simplesmente abominava. Acreditava no mito idiota da ‘loura burra’ e APOLO só queria mulher inteligente. Perdeu esta deusa. Coitado! 2 - Um outro infortúnio do deus é a estória dos seus amores com CORÔNIS, que dele gerou ASCLÉPIOS, mas que - quando ainda estava grávida - enganou seu amante e entregou-se a um mortal, chamado ISQUIS. APOLO matou CORÔNIS com uma flecha e arrancou o pequeno ASCLÉPIOS das entranhas da mãe, no momento em que se acendia a fogueira fúnebre. Apaixonou-se por CORA (nome esquisito!), morena clara de descendência russa, e perseguia a moça de todo jeito. Oferecia carona após a faculdade noturna, dava bombom, pagava revista feminina, convidava para o cinema. Contou a ELA uma intimidade muito séria - deixou escapar o hábito, desde garoto, de dormir nu. Certa noite, levou-a em casa, ELA tremenda aproveitadora, e desabou uma chuvarada de meter medo aos mais corajosos. Muitos raios e trovões. Árvores caíram. Não tinha como ir para casa, o carro ficou na garagem enorme do prédio da moça e esta ofereceu acomodação para a noite. Faltou luz, ambos muito cansados, um frio de bater queixo, ELE aceitou pequeno cálice de licor de amarula. A última consciência foi ter se deitado numa cama de armar - reflexo inconsciente ou não, amanheceu nu. Tentou puxar pela memória... Desistiu. Banhou-se, vestiu-se, aceitou um café instantâneo e duas torradas, a fulana agora com arzinho de apaixonada (“Eu, hein?!”) o beijou no rosto. Mais dois meses ELA sumiu da faculdade, constou que estaria grávida, mudou de residência, PAOLO entre muito feliz e um tanto surpreso, não conseguiu nunca mais localiza-la. A amiga dela mais íntima falou depois que os gêmeos MINORU e HARUKO nasceram “a cara do pai”... Desiludido. Coitado! 3 - Com CASSANDRA, a filha de PRÍAMO, APOLO não foi mais feliz. Para seduzi-la propôs ensinar a arte da adivinhação. CASSANDRA aceitou, mas - tão logo instruída - não quis ceder ao desejo de APOLO. Despeitado, ele cuspiu-lhe na boca e desse modo privou-a, não de sua ciência, mas do dom da persuasão. E a pobre CASSANDRA podia fazer as profecias mais verídicas: ninguém a escutava... Metida a feiticeira adivinhadora, CÁSSIA se divertia em brincadeiras de tarô cigano. Para tentar seduzi-lo, pois após tantas tentativas o cara se tornara um triste (triste nunca, era puro charme...) sozinho, ofereceu o “jogo da vida”. ELE era um descrente, dizia-se ora agnóstico ora ateu, mas na hora do ‘dor de barriga’ acredita-se em tudo. Estava atravessando um período complicado em todos os setores: no trabalho, em relações familiares, o carro enguiçara, computador idem, liquidificador pegou fogo, tudo terminava mal, inclusive fora esbofeteado num estacionamento, briga de marido e mulher, ELE não “meteu a colher”, como se diz popularmente, mas o homem se colocou atrás dele e a mulher... errou o alvo. Aceitou o tal “jogo da vida”. ELA diagnosticou nada mais nada menos que olho-grande, olho-gordo, inveja, o nome não importa. Previu breve mudança radical na vida dele. Indicou um banho de ervas e outros ingredientes; no desespero ELE até aceitou, mas depois se achou o todo-poderoso, esnobou e não tomou o banho coisa nenhuma. Aí, sonhou que uma cobra mordera a mão dele - símbolo da traição. Sem a menor explicação possível, amanheceu com a mão inchada. Esqueceu todas as rezas de infância. Na outra noite, sonhou com um homem de sotaque português, camisolão marrom, corda amarrada na cintura, pés descalços, que se identificou como ANTÔNIO e lhe sugeriu alguma coisa. Pensou, refletiu, pensou de novo, achou lógico e sensato casar com a feiticeira. Beijou-a de repente na boca, jurou amor, mas a persuasão foi fraca e a moça não acreditou. Vai continuar sozinho o resto da vida? Desacreditado. Coitado! F I M
Copyright ATHINGANOI © 2013
Todos os direitos reservados.
Este trabalho já foi visitado 295 vezes.

ENVIE este trabalho para um(a) amigo(a). ESCREVA para ATHINGANOI.

Comentários dos leitores

Título mais adequado seria com interrogação: "A Grécia é também aqui?" Talvez seja. Não tenho pena de galã fingidamente desajeitado que faz tudo errado de propósito para enrolar namoradas. Parabéns!

Postado por lucia maria em 11-12-2013

COMENTE ESTE TRABALHO, DIZENDO QUAL FOI A IMPRESSÃO QUE ELE LHE CAUSOU.





AJUDE-NOS a manter o bom nível deste portal!

Se você achou que este texto é ofensivo, imoral ou que fere
a nossa POLÍTICA DE USO, por favor, AVISE-NOS!




Autores & Leitores
  • Copyright A&L © 2005-2013
  • Todos os direitos reservados.