Página inicial do portal Autores & Leitores
Quem  |  Autores  |  Leitores  |  Associados  |  Mural  |  Dúvidas  |  Contato  |     PUBLICAR    |
Entrar | Registrar
 Esqueci minha senha
Anúncio BAC

Área dos LEITORES

Colunistas

Autores Consagrados

Quadrinhos

Bibiotecas Virtuais

Livros

Novos autores

Downloads

Lançamentos

Ofertas

Informações

Autores & Leitores  >  Leitores >  Novos

Apresentação de trabalho publicado

Caro leitor,

Sinta-se à vontade para ler este trabalho e deixar seus comentários.

Bons Textos!




< Visite a Página Pessoal de ATHINGANOI >


ESCRIVÃO CAMINHA E OUTROS



					    
1---QUINHENTISMO, referencial cronológico - século XVI, Portugal, fim da Idade Média (concepção teocêntrica) e ingresso na idade Moderna (período das grandes transformações culturais, sociais, políticas e econômicas. Europa até o século XVII: grandes descobrimentos, aparecimento do comércio e da vida urbana, invenções e melhoramentos técnicos, teoria do heliocentrismo /Sol no centro do Universo/, duplo movimento da Terra, reforma protestante, invenção da imprensa.........) - ordem (ou desordem?) e p r o g r e s s o. - - - - - Literatura informativa ‘sobre’ o Brasil e não literatura ‘do’ Brasil - CARTA DE PERO VAZ DE CAMINHA: - “Esta terra, Senhor, (...) será tamanha (...) e a terra por cima toda chã e muito cheia de grandes arvoredos. (...) Nela, até agora, não pudemos saber que haja nenhuma coisa de metal ou de ferro (..) Águas são muitas; infindas. (...) querendo-a aproveitar, dar-se-á nela tudo, por bem das águas que tem.” / Tema abstrato - novidades, sua grande extensão e o que ela pode oferecer à Coroa portuguesa. / Assunto concreto - a terra recém-descoberta (ou procurada e finalmente “achada”?). / Texto descritivo - objetividade. / Terra Brasil, natureza paradisíaca, mito do eldorado X Reino, o elemento explorador. - - - - - 2---SÉCULO XX, crítica sobre a carta do escrivão-mór, poema de MURILO MENDES, profissões versáteis e atividades diplomáticas e culturais na Itália a partir de 1957, poeta do modernismo brasileiro: CARTA DE PERO VAZ (1932) --- paródia - imitação burlesca e zombeteira “A terra é mui graciosa (...) Se for embora d’aqui,” 19 versos heptassílabos (redondilha maior) / terra Brasil - beleza, abundância, mito do eldorado; “Senhor” é D. Manuel, o rei de Portugal - tom satírico, humorismo mordaz-picante-corrosivo; “a arca”, interesse econômico sobre a nova terra. - - - - - 3---SOBRE NUDEZ, encontro de duas culturas bem diferentes, fonte de temas e teorias --- CAMINHA - “Ali andavam entre eles três ou quatro moças bem moças e gentis com cabelos muito pretos compridos pelas espáduas e suas vergonhas tão altas e tão saradinhas e tão limpas das cabeleiras que de as nós muito olharmos não tínhamos nenhuma vergonha.” - trocadilho com a palavra ‘vergonha’: órgão sexual’ e ‘sentimento de pudor’ - impactos iniciais aos olhos do europeu de Velho Mundo e mudança gradual de comportamento do observador europeu agora no Novo Mundo. // Mais tarde, Francisco e Caetano cantão algo como “não existe pecado ao sul do Equador”. // SÉCULO XX - 1---OSWALD DE ANDRADE, poeta modernista, livro “Pau-Brasil” (1924), no poemeto “as meninas da gare”: “Eram três ou quatro moças bem moças e (...) nenhuma vergonha.” - mesmo texto, porém ‘gare’, plataforma de embarque e desembarque de passageiros, sugestão de assistirem à chegada dos passageiros e depois (censurado).........” --- DARCY RIBEIRO, antropólogo, escritor e político, em “Segunda nova carta de Pero Vaz de Caminha”, abril de 1960 (está na Internet): “Agora todas se cobrem de telas, mas com tal arte e malícia que mais despidas parecem. Esse alguma cousa perderam da inocência com que d’antes mostravam com as vergonhas tão nuas muito ganham na desenvoltura.........” - - - - - 4---FADO TROPICAL, de CHICO BUARQUE DE HOLANDA: “Ai esta terra ainda vai cumprir seu ideal, / Ainda vai tornar-se um imenso Portugal.” (Refrão.) --- Esse ideal foi cumprido? LEIAM meu trabalho “(R-)Evolução da literatura ocidental etc. - III - Sementes da nossa literatura”. F I M
Copyright ATHINGANOI © 2017
Todos os direitos reservados.
Este trabalho já foi visitado 34 vezes.

ENVIE este trabalho para um(a) amigo(a). ESCREVA para ATHINGANOI.

Comentários dos leitores

Sim, todos que se encantam, cantam (desde Caminha a nossos dias: CBH, CV e muitos outros)nossa terra. Meio doentinha de vez em quando, mas logo reage... Parabéns!

Postado por lucia maria em 14-05-2017

COMENTE ESTE TRABALHO, DIZENDO QUAL FOI A IMPRESSÃO QUE ELE LHE CAUSOU.





AJUDE-NOS a manter o bom nível deste portal!

Se você achou que este texto é ofensivo, imoral ou que fere
a nossa POLÍTICA DE USO, por favor, AVISE-NOS!




Autores & Leitores
  • Copyright A&L © 2005-2013
  • Todos os direitos reservados.