Página inicial do portal Autores & Leitores
Quem  |  Autores  |  Leitores  |  Associados  |  Mural  |  Dúvidas  |  Contato  |     PUBLICAR    |
Entrar | Registrar
 Esqueci minha senha
Anúncio KD Inovações Tecnológicas

Área dos LEITORES

Colunistas

Autores Consagrados

Quadrinhos

Bibiotecas Virtuais

Livros

Novos autores

Downloads

Lançamentos

Ofertas

Informações

Autores & Leitores  >  Leitores >  Novos

Apresentação de trabalho publicado

Caro leitor,

Sinta-se à vontade para ler este trabalho e deixar seus comentários.

Bons Textos!




< Visite a Página Pessoal de ATHINGANOI >


SAUDADES DE MINAS GERAIS...



					    
CLÁUDIO MANUEL DA COSTA - MINI BIOGRAFIA - Nasceu em 1729, proximidades da atual cidade de Mariana/MG; família abastada, estudou no Rio de Janeiro e em Coimbra; 1753, já no Brasil, banca de advogado; fundou a Arcádia Ultramarina, pseudônimo Glauceste Satúrnio; Nise, a musa-pastora; envolveu- se com a Inconfidência Mineira, preso em 1789, suicídio ou assassinato na prisão. Obra lírica (sonetos /ritmo e musicalidade/, éclogas, epístolas, teatro lírico) inspirada na obra camoniana; sentimento amoroso+ descrição da natureza; “Fábula do Ribeirão do Carmo”, teatro, deuses da Antiguidade agindo no interior de Minas Gerais - poema épico “Vila Rica”, aventuras dos bandeirantes. - - - - - “Destes penhascos fez a natureza (...) Onde há mais resistência, mais se apura.” --- soneto de CMC - - - - - Desenvolvimento lógico da tirania do amor. Paisagem brasileira, imagem natural do cenário, berço do poeta. Primeira estrofe (quarteto) - oposição básica, antítese: “penhas tão duras X alma terna (do poeta), peito sem dureza”. Caráter do poeta; temperamento afetuoso e terno. Segunda estrofe (quarteto) - “Amor /personificado/, que vence os tigres” - sentimento que vence os mais fortes, e ao qual poeta se rende, sensível. Verso 11 - “Nunca pude fugir ao cego engano” - não fugir a se render ao sentimento, embora consciente de enganos e sofrimentos: Amor, metáfora. Terceira estrofe (terceto) - “minha brandura” = ternura sem dureza. Quarta estrofe (terceto) - poeta fala com as penhas - “Vós que ostentais a condição mais dura.” - retorno ao início da dura atmosfera do poema e reflexões comparativamente antiéticas do autor. - - - - - SÉCULO XVIII - da Filosofia, do Empirismo, do Enciclopedismo. SETECENTISMO ESTÉTICO - Várias nomenclaturas a saber: ILUMINISMO, movimento de cultural sob influências do iluminismo francês 9domínio da razão, culto à ciência e ao progresso, as “luzes”do século XVIII - filosofia de Locke, física de Newton) - combinação da graça rococó + racionalismo crítico --- PASTORALISMO, ARCADISMO - revisitando o “fugere urbem” e o bucolismo das Odes de HORÁCIO: pastoralismo, slogan arcádico “áurea mediocritas”, espontaneidade primitiva, estoicismo e sobriedade como ideal de vida, ‘locus amoenus’, lugar agradável --- NEOCLASSICISMO, século XVIII: retorno aos antigos padrões clássicos greco-latinos e renascentistas (Horácio, Petrarca e Camões) // ARCÁDIA LUSITANA - lema do ‘inutilia truncat’ (cortar os excessos), reação contra os exageros gongóricos e conceptistas do Barroco: busca de simplicidade formal, idéias em linguagem clara, metro simples, predileção por versos brancos, isto é, métrica sem rima. LEIAM meu trabalho “Os sinos do Brasil colonial”. F I M
Copyright ATHINGANOI © 2017
Todos os direitos reservados.
Este trabalho já foi visitado 31 vezes.

ENVIE este trabalho para um(a) amigo(a). ESCREVA para ATHINGANOI.

Comentários dos leitores

Das intimidades amorosas deste poeta, pouco se sabe ou talvez fossem muitas as musas, nenhuma em destaque. Grande poeta. Parabéns!

Postado por lucia maria em 06-08-2017

COMENTE ESTE TRABALHO, DIZENDO QUAL FOI A IMPRESSÃO QUE ELE LHE CAUSOU.





AJUDE-NOS a manter o bom nível deste portal!

Se você achou que este texto é ofensivo, imoral ou que fere
a nossa POLÍTICA DE USO, por favor, AVISE-NOS!




Autores & Leitores
  • Copyright A&L © 2005-2013
  • Todos os direitos reservados.